Como é o mercado de games no Brasil?

Como é o mercado de games no Brasil?

Se existe um setor que não sofreu com a pandemia, com certeza foi o de games. Continue a leitura e saiba tudo sobre essa indústria que não para de crescer!

A pandemia tem sido um motivo de preocupação para grande parte dos negócios, exceto para a indústria de games. Mesmo em meio ao isolamento social, o mercado de games registrou números favoráveis e foi um dos setores que mais cresceu durante esse período. Continue lendo e saiba como é o mercado de games no Brasil.

Mercado de games no Brasil: como está?

Se existe um setor que não sofreu com a pandemia, esse setor com certeza foi o de games. As empresas faturaram em 2020, ao redor do mundo, mais de US$160 bilhões. Os dados representam um crescimento de 12% em relação a 2019. 

Para se ter uma ideia do quanto esses números são expressivos, a indústria do cinema movimenta cerca de US$50 bilhões por ano, enquanto a da música, pouco mais de US$20 bilhões. Ou seja, o mercado de entretenimento digital já é superior ao da música e do cinema juntos!

Segundo a pesquisa mais recente da Superdata, empresa do grupo Nielsen, o total gasto em jogos digitais em março do ano passado superou US $10 bilhões (cerca de R$ 56 bilhões) no mundo, representando o recorde do valor mensal. 

Ao realizar uma comparação com o mesmo período de 2019, o maior crescimento foi apresentado nos jogos para console (ou videogames de mesa) com 42%; em seguida vêm os jogos para celulares (14%) e por último os de computador (12%).

Mercado de games no Brasil durante a pandemia

Com a necessidade de adaptação devido a pandemia de coronavírus, desenvolvedoras de jogos, campeonatos profissionais e grandes eventos de games tiveram que migrar para o online. 

Equipes de produção de games também sofreram com as mudanças, tendo que alterar a agenda de diversos lançamentos por conta do trabalho remoto. Porém, isso não impediu que novos jogos do mercado fizessem sucesso entre o público. 

The Last of Us Part II e Ghost of Tsushima, dois games aguardados para o console PlayStation 4, tiveram as datas adiadas, mas alcançaram resultados impressionantes com 4 milhões e 2,5 milhões de unidades vendidas, respectivamente, nos três primeiros dias após o lançamento – os jogos são vendidos no Brasil por R$ 250.

Hoje, o Brasil conta com 84 milhões de usuários (70% da população on-line), dos quais 64,3 milhões utilizam apenas dispositivos móveis, 8,4 milhões acessam os jogos eletrônicos por mais de uma plataforma e 11,6 milhões se conectam apenas pelo desktop. Os dados apontam, ainda, que os gamers são mais engajados no mobile, crescido em média  8% mais tempo gasto por eles nos dispositivos móveis.

Mercado de games: carreira promissora e altamente requisitada

Agora que você já sabe como é o mercado de games no Brasil, que tal transformar sua paixão por jogos em profissão? 

Para os entusiastas de plantão, trago boas notícias: a primeira é que você será muito bem pago e a segunda é que não lhe faltará trabalho: o setor de games é o segundo maior mercado na América Latina e uma das áreas mais promissoras e bem requisitadas do momento.

Segundo Eduardo Carneiro, Diretor Geral da Comscore no Brasil, o mercado de games no Brasil segue em constante expansão e mostra-se cada vez mais dominante. O país é o único da América Latina que figura entre os top 5 no ranking daqueles com maior número de usuários na categoria de jogos on-line, com uma média mensal de horas consumidas maior que China, Índia e outros líderes no mundo.

Como o setor não se resume ao desenvolvimento de jogos, há oportunidades de negócios em diversas áreas. Hoje existem empresas de assessoria de imprensa, advocacia, agências de marketing, lojas de periféricos e até de roupas para esse tipo de público. 

O mercado é gigantesco e o que antes era uma coisa amadora,  hoje é uma fonte lucrativa para muitas pessoas que visualizaram uma forma de incorporar ao mercado aquilo que sabem fazer. 

Incrível, não? Agora é a hora de tirar seus sonhos do papel e embarcar em uma carreira que pode te proporcionar no mínimo muito sucesso! Se você tem interesse na área mas não tem conhecimento, não se preocupe! Nós te ajudamos a dar o play nesse sonho.

Uma indústria que cresce tão rápido que há carência de profissionais: desenvolvedores de game, artistas conceituais, modeladores 3D, animadores, especialistas em mecânica de jogo, game designers. Entre no mundo de desenvolvimento de Game e faça da sua paixão o seu ganha pão!

Nosso objetivo é transformar os seus desafios e dificuldades em solução! Entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos ajudá-lo a ingressar nessa área que está em ascensão.

 

REDAÇÃO MENTORAMA

Escrevemos sobre conceitos e notícias do mundo do design, programação, desenvolvimento de jogos, educação, desenvolvimento pessoal, carreira e negócios.
Inscreva-se em nosso blog

Não te mandaremos spam!
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments