Ciência de dados: o que é, o que faz e para que serve?

Ciência de dados: o que é, o que faz e para que serve?

Pensando em embarcar em uma carreira de sucesso, mas não sabe qual escolher? A Ciência de Dados é uma área muito bem remunerada e altamente requisitada.

Em algum momento da sua vida você deve ter ouvido falar sobre Ciência de Dados, também conhecida como Data Science. É por meio dela que extraímos informações extremamente valiosas, a partir dos dados obtidos em uma corporação ou empresa.

Vivemos em uma era onde a tecnologia está em constante evolução e, com isso, a Ciência de Dados tem ganhado cada vez mais evidência e tornou-se um campo muito promissor para ser explorado. Neste artigo, reunimos um compilado de informações para sanar todas as suas dúvidas. Continue lendo e saiba mais!

Ciência de Dados: o que é?

A tecnologia e a transformação digital estão em constante evolução e, para acompanhá-las, só é possível se explorarmos a capacidade dos dados gerados por essas inovações. 

Data Science é uma ciência que visa estudar as informações, processo de captura, transformação, geração e, posteriormente, análise de dados. A Ciência de Dados envolve diversas disciplinas, entre elas: estatística, computação, conhecimento do negócio e matemática.

Além da grande quantidade de dados disponíveis, o que incentiva a revolução na área de dados são as tecnologias que alteram a forma como coletamos, armazenamos, analisamos e transformamos as informações.

Ou seja, a Data Science vai muito além de interpretar números, a partir dela é possível tomar decisões, fazer previsões e estabelecer estimativas, sendo uma ótima oportunidade de crescimento para as empresas. 

Ciência de Dados: onde é utilizada? 

A Data Science estava presente, mesmo que indiretamente, no cotidiano dos nossos ancestrais quando desenvolveram ferramentas e métodos práticos para medir volume, temperatura, distância, peso, tempo e localização.

Com ferramentas avançadas de análise de dados, os profissionais de Data Science conseguem realizar previsões que resolvem grandes problemas e melhoram a nossa vida cotidiana, como o Uber e o Waze que transformaram a forma como nos transportamos para os lugares.

Apesar de muitos desconhecerem, a Data Science está em praticamente tudo. Aqui estão algumas aplicações do nosso dia a dia:

  • Airbnb: usa dados para fornecer os melhores resultados de pesquisa para quem deseja alugar uma acomodação, mostrando as melhores opções, contendo localização ideal e até mesmo hosts compatíveis;
  • Amazon: por meio da filtragem colaborativa, ela oferece os produtos que pessoas de perfil semelhante compraram e com a ajuda de insights de análise de Big Data, consegue prever quem solicitará a compra de um produto e quando;
  • Fraude e risco: as informações referentes aos perfis dos clientes, a análise do histórico de gastos e a avaliação do poder de compra permitem avaliar as probabilidades de risco para a instituição financeira;
  • Jogos: muitos títulos vêm usando algoritmos que se atualizam quando o jogador avança na aventura, possibilitando que o adversário analise movimentos anteriores para se adaptar ao estilo do jogador;
  • Reconhecimento de imagem e fala: Google Voice, Siri, Cortana e o próprio WhatsApp utilizam a ciência de dados. Quando é preciso enviar uma mensagem escrita ou fazer uma pesquisa, basta dizê-la para o aplicativo.

Quanto ganha um Cientista de Dados?

Segundo a Glassdoor, o salário de um cientista de dados com 3 a 5 anos de experiência é de R$ 90.000 por ano, e o salário médio de um cientista de dados junior é de R$ 72.000 por ano.

Onde o Cientista de Dados pode trabalhar?

O Cientista de Dados trabalha em conjunto com os setores de tecnologia e negócios de empresas em geral. Esse serviço ganha cada vez mais espaço nas grandes empresas e principalmente nas startups que entenderam o valor que há no conjunto de dados que podem recolher diariamente de seus clientes. 

Em resumo, praticamente todas as empresas precisam de profissionais qualificados para analisar grandes quantidades de dados e, consequentemente, resolver problemas complexos. 

O cientista de dados encontra boas oportunidades em empresas de tecnologia, bancos, corretoras de investimento, empresas de marketing, centros de pesquisa, empresas de seguro e empresas de segurança cibernética.  

Como se tornar um Cientista de Dados?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, qualquer pessoa pode se tornar um cientista de dados e não existe um pré-requisito para embarcar nessa carreira promissora. 

Com o curso Cientista de Dados: do zero ao PRO,  você terá todo o suporte necessário para se tornar um cientista de dados, e a única exigência é ter força de vontade. Com oito meses aprendendo Data Science na prática, auxílio de experts e treinamento com dados reais, nós ensinaremos a linguagem python desde o zero, bem como os conceitos teóricos.

Após a conclusão do curso, você estará apto para:

  • Dominar Python e trabalhar automaticamente com grandes sequências;
  • Aprender a representar dados na forma de painéis e infográficos interativos para que todos possam entender;
  • Trabalhar com as bibliotecas Pandas e NumPy, bem como dominar os bancos de dados PostgreSQL, SQLite 3 e MongoDB;
  • Organizar e realizar testes A/B;
  • Treinar redes neurais usando frameworks e aumentar significativamente a velocidade de trabalho;
  • Aprender a criar um sistema de recomendação e criar o seu próprio.

Atualmente, cientista de dados é uma profissão altamente procurada e muito bem remunerada! Não deixe para amanhã a carreira de sucesso que você pode embarcar hoje mesmo. 

Nosso objetivo é transformar o seu desafio em solução! Entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar.

REDAÇÃO MENTORAMA

Escrevemos sobre conceitos e notícias do mundo do design, programação, desenvolvimento de jogos, educação, desenvolvimento pessoal, carreira e negócios.
Inscreva-se em nosso blog

Não te mandaremos spam!
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments